O que é o Evangelho da salvação

O que é o Evangelho da salvação

Em verdade, em verdade vos asseguro que se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, permanecerá ele só; mas se morrer produzirá muito fruto. João 12.24

Você sabe o que é o Evangelho da Salvação?
Se não soube responder de imediato, então leia!!!

Por alguns céticos Jesus nunca existiu, hoje temos mais provas da existência de Jesus do que alguns filósofos que viveram anos antes.

Uma das maiores provas da sua existência, está no fato de várias pessoas em diferentes lugares falarem de Jesus, como por exemplo os evangelhos, podemos também encontrar evidências através de José de Arimateia, pessoa muito importante da época, ele foi responsável pelo sepultamento de Jesus, e você não pode esquecer da referencia que Flavio Josefo faz a Jesus em seu livro História dos Hebreus. Com isso quero lhe fazer entender que a nossa fé não está pautada em alegorias ou fanatismo, a morte e ressurreição de Cristo foram reais, e estudos podem comprovar isso.

Posso dizer que o versículo de João 12.24 está contido a essência do evangelho. Jesus estava se referindo a ele mesmo, quando disse: Se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, permanecerá ele só; mas se morrer produzirá muito fruto".

Durante toda perseguição que cristãos enfrentaram, vamos perceber que depois das mortes dos mártires o evangelho só se expandia, vemos isso em Atos, a igreja de Jerusalém está sendo perseguida, e isso fez com que os cristão se espalhassem. Depois disto, quero lhe fazer conhecer alguns pontos da história.

Roma perseguiu os cristão com muita ênfase:

Na época de Nero os cristãos sofreram uma série de torturas, nesta época eles foram queimados vivos pregados em uma cruz no Jardim do imperador. Chegaram a costurar pele de animais em suas costas, afim que os cristãos fossem atacados pelos cães, mas isso não impediu o crescimento do evangelho. As ideias dos primeiros cristão assustavam a Roma, pois eles não concordavam com a adoração ao imperador como um deus vivo. Desta forma o cristianismo foi conquistando mais seguidores, foi então que roma decidiu se aproximar dos cristãos (não na época de Nero).

Em 391 sob o governo do Imperador Constantino convertido em 313, o cristianismo passa a ser a religião oficial de Roma. Em 325 Constantino promoveu um encontro em Nicéa, este encontro tinha como objetivo definir as principais crenças e normas da conduta cristã. Esse acordo ficou conhecido como Concílio de Nicéa e foi um marco na constituição da religião católica.

A consolidação do poder da Igreja, se dá a partir da idade média, que inicia no século 5, a igreja católica começa a ter a partir dos séculos 8 a 11 o poder sobre a economia e a política, então a igreja católica se constitui na principal instituição medieval.

Mas, no começo do século XVI, surge Martinho Lutero, dando início a Reforma Protestante, desfazendo os falsos ensinos da Igreja Católica, pois nesta época a igreja restringia o conhecimento e era detentora máxima do conhecimento. Com as 95 teses, Martinho Lutero dá inicio a uma reforma histórica, e por causa deste ato, temos hoje acesso a bíblia.

Neste pequeno resumo sobre a história da igreja, quis deixar claro que pela morte de muitos o evangelho apenas ganhou mais força, na época de Roma a morte de muitos, serviram como sementes, e através da fé professada muitos se converteram. A igreja ganha muito espaço depois, se tornando uma instituição muito respeitada, mas os homens usaram isso para seu prazer. Mas por Martinho Lutero veio a reforma protestante, fazendo o povo conhecer a verdadeira fé.

A morte está totalmente ligada ao Evangelho, muitos perderam de fato a vida, outros sacrificaram ensinamentos para renovarem sua vida.

"Morrer é deixar de existir", este é o verdadeiro evangelho da Salvação. Negar a nós mesmo, ser diferente, adquirir uma cultura celestial.

Morrer é deixar Cristo viver. Paulo disse: "Não vivo mais eu, mas cristo vive em mim".

O Evangelho nos proporciona um novo nascimento, e nesta nova etapa vamos reeditar tudo que já aprendemos, só que desta vez, aprenderemos a ser igual a cristo, no modo de andar e amar.

Fazer parte disso nos torna livres, porque conhecer a Cristo é adquirir liberdade.

Isso nos faz diferentes, o padrão do mundo é se doar aos prazeres, mas quantos morrem por causa disso?!

Morrer é deixar o padrão do mundo para viver em um padrão que não se encaixa com aos costumes da sociedade, que não se ajusta a ensinamentos de esquerda ou direita. Somos diferentes, morrer é deixar Cristo viver! Este é o verdadeiro Evangelho da Salvação!

Veja também:

Como entender os propósitos de Deus

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A obediência a Deus

Significado de Jeová Tsidkenu

Como entender os propósitos de Deus